Outros significados da vitoriosa Campanha Salarial dos Bancários. Contra o pessimismo de analistas econômicos que previam ano fraco para negociações coletivas, categoria bancária conquistou importantes vitórias na campanha deste ano

A categoria bancária – 513 mil pessoas em todo o país – produziu um belo espetáculo de unidade e conquistou vitórias importantes na última campanha salarial. Os resultados, é importante ressaltar, representam ganhos para outros setores da economia brasileira e é um exemplo positivo de negociação coletiva para outras categorias de trabalhadores/as.

O reajuste salarial de 8% vai acrescentar R$ 2,861 bilhões na economia em um ano. Além desse valor, que se refere apenas a pagamentos de salários, serão injetados na economia nos próximos 12 meses mais R$ 5,318 bilhões da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), sendo que uma parte considerável será paga agora, após a assinatura do acordo; e, R$ 429,14 milhões de  pagamento do auxílio refeição e alimentação. Isso sem contar a cláusula inovadora conquistada esse ano – o vale cultura de R$ 50, que beneficiará trabalhadores/as bancários/as que recebem até cinco salários mínimos, que vai injetar outros R$ 113 milhões a mais em um ano.

Somando todos esses valores, serão injetados na economia brasileira, entre salários e benefícios, R$ 8,722 bilhões (14,5% superior à campanha do ano anterior).

Esses recursos financeiros, considerando a grande capilaridade da categoria bancária, ajudarão economias locais, mas também as grandes metrópoles, com impactos positivos no comércio varejista em geral, em restaurantes, supermercados e em estabelecimentos de cultura, ou ainda em setores de serviços, como estabelecimentos educacionais e de cuidados pessoais, gerando assim, um movimento positivo nesses setores.

Outro significado importante da resistência durante os 23 dias de greve e do acordo bem sucedido dos bancários é o exemplo para outras categorias, que deve influenciar positivamente nas negociações importantes do segundo semestre que ainda estão em curso, como Petroleiros, Metalúrgicos, Professores, Alimentação, além de outras categorias.

Muitos comentaristas de plantão anunciavam um ano fraco para as negociações coletivas. Vimos no primeiro semestre que, apesar das dificuldades, 85% das categorias registraram reajuste salarial acima da inflação. Inconformados, esses comentaristas começaram a dizer que o desempenho da economia teria impacto negativo sobre as negociações apenas no segundo semestre. O acordo dos bancários mostra o contrário: a organização dos trabalhadores por uma luta justa garantiu a conquista dos direitos e ainda, com impactos positivos por toda economia.

As trabalhadoras e os trabalhadores bancários estão de parabéns, porque são exemplo de superação das amarras à negociação existentes na legislação atual, porque conquistaram avanços importantes e inovadores e deram uma respostas àqueles que desenhavam um quadro pessimista sobre as negociações coletivas em 2013.

Anúncios
por vagnerfreitascut

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s