Negociação com banqueiros emperra e bancários vão a greve no dia 30

Apesar das análises catastróficas de empresários e analistas econômicos, a economia brasileira não está tão ruim como eles previram. Se eles estivessem corretos, estaríamos tento demissões em massa e não contratações e outros números positivos, como lembra o diretor técnico do DIEESE, Clemente Lucio.

Vejam o que ele disse: O mercado de trabalho formal criou mais de 100 mil postos em agosto; o comércio calcula que serão criadas mais de 135 mil vagas no final do ano; o BC estimou a variação positiva do PIB para julho em 1,5% e indicou trajetória de queda da inflação; e a  atividade produtiva da indústria cresceu 0,7% em julho.

E mais: no primeiro semestre, quando os analistas diziam que a situação do País estava pior ainda, 93% das categorias que fizeram campanhas salariais conquistaram reajustes acima do INPC do IBGE – a maioria dos reajustes resultou em ganhos reais de até 3%. A média ficou entre 1% e 2%.

Nada justifica, portanto, a resistência dos banqueiros em não atender a reivindicação de 5% de aumento real que a categoria bancária está pleiteando.

E quando a negociação emperra, a única – e última – saída é a greve. Foi isso que a categoria bancária decidiu ontem à noite em assembleia que lotou a quadra dos bancários.

Leiam a matéria da Rede Brasil Atual com os detalhes. É só clicar no link abaixo.

http://www.redebrasilatual.com.br/trabalho/2014/09/bancarios-rejeitam-proposta-e-entram-em-greve-nacional-na-terca-feira-638.html

Anúncios
por vagnerfreitascut

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s