Temer é o responsável pelo aumento da miséria no Brasil

Estudo do insuspeito Banco Mundial, conservador e pro neoliberalismo, traz dados assustadores sobre o aumento da miséria na era do ilegítimo Temer que, em dez meses de ‘gestão’ já lidera o ranking de presidentes que mais promoveram a desgraça do povo brasileiro.

Até o fim deste ano, o número de pobres deve chegar a 19,8 milhões de pessoas. Isso se o cenário for ‘otimista’ e houver crescimento econômico em 2017. A previsão pessimista, com mais recessão e desemprego, é pior, 20,9 milhões de pessoas irão para a pobreza – desse total, 9,4 milhões em estado de miséria.

Os dados são do insuspeito Banco Mundial, conservador e pro neoliberalismo. Leia aqui http://oglobo.globo.com/brasil/brasil-tera-ao-menos-25-milhoes-de-novos-pobres-ate-fim-do-ano-20915254

E a razão para o aumento da miséria é o desemprego provocado pela recessão – cerca de três quartos do aumento da pobreza ou da redução da renda é resultado da perda de emprego, diz o estudo.

Não tem blindagem que consiga esconder informações catastróficas como essa. Se a grande mídia não der, as redes sociais se encarregam de espalhar.

Hoje é um desses dias em que você abre o jornal e se espanta com a capacidade de Temer de espalhar tragédias entre os/as trabalhadores/as.

A outra notícia que chamou a minha atenção foi o aumento da pobreza e o enorme contingente de lojas que fecharam as portas – 108 mil lojas – e demitiram mais de 180 mil pessoas no ano passado.

Leia http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,comercio-fechou-108-7-mil-lojas-e-cortou-182-mil-vagas-no-ano-passado,70001663111

 

Temer e sua equipe não construíram uma medida sequer pensando na geração de emprego e renda.

Ele já congelou os gastos de saúde educação e quer acabar com a aposentadoria. Temer governa para o 1% dos brasileiros mais ricos.

Anúncios
por vagnerfreitascut

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s