Reivindicada pela CUT, ampliação do consignado entra em vigor em setembro

Trabalhador poderá usar multa de 40%, mais 10% de sua conta do FGTS como garantia para o empréstimo

Para ampliar o acesso dos trabalhadores do setor privado ao crédito consignado e a dar a eles a chance de trocar uma dívida cara por uma mais barata, o Conselho Curador do FGTS vai permitir o uso do Fundo como garantia para empréstimos consignados, aqueles que são descontados na folha de pagamentos. O trabalhador poderá usar como garantia para o empréstimo a multa de 40% nas demissões sem justa causa, mais 10% da conta do seu FGTS.

Continuar lendo

Anúncios